Esse é o Plano – 728×90
Vereadores que investigaram o caso entenderam que Vanderlei Palhari praticou atos de improbidade administrativa
Vereadores que investigaram o caso entenderam que Vanderlei Palhari praticou atos de improbidade administrativa

Se a situação do prefeito de Chupinguaia, Vanderlei Palhari (PMDB), não era boa, parece que agora piorou. Relatório da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) destinado a apurar denúncias de possíveis irregularidades no transporte escolar, aponta indícios de envolvimento do mandatário municipal em desvio de recursos públicos.

O ex-chefe de transporte, Manoel Francisco do Nascimento Netto, em depoimento (VEJA ABAIXO NA ÍNTEGRA), afirmou que Vanderlei Palhari tinha conhecimento das ilegalidades. Ele acabou pedindo exoneração do cargo por não compactuar com as irregularidades, que ocorriam já em anos anteriores. Manoel disse que comunicou o fato ao prefeito. “Pedi para sair da função de chefe de transportes porque não concordava com os gastos exagerados de combustível. Tive medo de pagar por algo futuramente. Comuniquei ao prefeito, mas não tomava providências”, frisou.

Num trecho do seu depoimento, Manoel disse que após ser convocado, em 2009, pelo Tribunal de Contas para prestar esclarecimentos dos gastos exagerados de combustível, começou a organizar um controle diário de consumo do combustível e foi quando constatou as irregularidades. Ao saber que o “esquema” havia sido descoberto, o vereador Sebastião Gomes Ferreira, conhecido como “Coutinho”, teria contado ao prefeito, que mandou chamar Manoel para uma conversa. “Quando fez a constatação da linha do Sebastião foi a que apresentou a maior diferença, com isso o Sebastião veio ao prefeito que chamou o depoente e disse que não era para mexer com o Sebastião, e ‘bateu no peito’ e disse que era para deixar com ele essa situação, era responsabilidade do próprio prefeito essa linha”, disse em depoimento à CPI.

Os vereadores que investigaram o caso entenderam que Vanderlei Palhari praticou atos de improbidade administrativa, agindo negligentemente no que diz respeito ao dever de preservar os gastos públicos. O Extra de Rondônia deixa espaço reservado para esclarecimento para o prefeito.

CPI 2

CPI 1

>>> LEIA MAIS A RESPEITO DO ASSUNTO NOS LINKS ABAIXO:

http://www.extraderondonia.com.br/2014/03/15/transportes-aprovado-em-plenario-cpi-constata-ilegalidades-na-gestao-de-palhari/

http://www.extraderondonia.com.br/2014/03/15/vereador-pode-perder-mandato-por-alugar-onibus-a-prefeitura/

 

 

Texto: Extra de Rondônia

Foto: Extra de Rondônia

Fhemeron 468x60px
Esse é o Plano – 468×60

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO