covid19 – 728×90-2

aterro sanitarioCom investimento previsto de R$ 100 milhões, o aterro sanitário de Vilhena será investigado pelo Ministério Público.

Inaugurado em julho de 2013, o aterro apresenta irregularidades, o que motivou a promotoria de justiça de Vilhena instaurar inquérito civil na última quarta-feira, 25.

Conforme extrato de portaria assinada pelo promotor de justiça, Pablo Hernandez Viscardi, curador do Meio Ambiente e Urbanismo, o inquérito tem por objetivo, além de investigar irregularidades, obter a regularização ou paralisação de atividades desenvolvidas pelas empresas “MVM Soluções Ambientais” e “MVM Construções, Ambiental e Saneamento Ltda”.

O aterro sanitário está localizado há 25 quilômetros da cidade de Vilhena, na Linha 145, da BR-435, que liga Vilhena a Colorado do Oeste.

 

>>> CONFIRA, ABAIXO, A PORTARIA NA ÍNTEGRA:

 

EXTRATO DA PORTARIA DE INQUÉRITO CIVIL Nº 031/2014.

AUTOS: 2014001010013289

Data da instauração: 25 de junho de 2014.

Promotoria: 3ª Promotoria de Justiça de Vilhena/3ª Titularidade

Promotor: Dr. Pablo Hernandez Viscardi

Investigado: MVM Construções, Ambiental e Saneamento Ltda-ME

Assunto:  Investigar irregularidades existentes no aterro sanitário local, bem como obter a regularização ou paralisação da atividade desenvolvida pelas empresas MVM Soluções Ambientais e MVM Construções, Ambiental e Saneamento Ltda.

Vilhena/RO, 25 de junho de 2014.

PABLO HERNANDEZ VISCARDI

Promotor de Justiça

Curador do Meio Ambiente e Urbanismo

 

Texto: Extra de Rondônia

Foto: Extra de Rondônia

sicoob credisul
covid19 – 728×90-1

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO