prisao de vereadorAs investigações que levaram a prisão do presidente da Câmara de Jarú, Valdecir Cesco Orlandini (PSB), foram iniciadas há cerca de um mês após a prefeita Sônia Cordeiro (PT) procurar a Polícia e informar as pressões que estavam sendo realizadas pelo vereador.

A informação é do delegado Eliseu Muller, diretor de Polícia do interior, que resumiu o caso: ele queria R$ 20 mil por mês, retroativo ao começo do ano para derrubar 3 CPIs e exigia ainda a extinção de uma multa em um loteamento, provavelmente irregular na cidade e um mensalinho a partir de agora de R$ 10 mil. “Os policiais começaram a trabalhar no caso, que hoje culminou com a prisão do vereador por corrupção”, disse.

O presidente da Câmara foi preso após receber um pacote com R$ 5 mil do secretário de Governo do Município, Valdir de Jesus. A Polícia estava gravando tudo, mas o presidente da Câmara parece ter percebido a situação e saiu do carro. Ele foi seguido e abordado após deixar o carro. Foi forçado a retornar e abrir o veículo, onde os policiais constataram a existência do dinheiro. “No meu carro não tem nada”, disse. Ao ser confrontado com o pacote ainda disse. “Eu não sei Fi..”

Ainda de acordo com delegado Eliseu Muller, que ouviu os relatos da operação do delegado Renato Morari, as pressões eram realizadas pelo vereador diretamente com a prefeita Sônia. Comandou a ação policial o delegado Salomão Matos. CONFIRA VÍDEO DA PRISÃO:

Autor e foto: Rondoniagora

sicoob credisul
vacina 728×90

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO