Queimada 728×90
Wagner Jorge Leite Junior, presidente do Conselho Municipal de Saúde (CMS)
Wagner Jorge Leite Junior, presidente do Conselho Municipal de Saúde (CMS)

“Ninguém na cidade sabia porque nunca funcionou, mas o equipamento estraga no tempo no Hospital Regional (HR)”.

Com estas palavras, o médico Wagner Jorge Leite Junior, presidente do Conselho Municipal de Saúde (CMS), revelou o caos generalizado na saúde pública municipal em Vilhena.

O profissional de saúde se refere ao setor de hemodinâmica, equipamento de última geração para realização de cirurgias cardíacas de alta complexidade, procedimentos feitos apenas em Porto Velho e Cuiabá. Wagner explicou que a máquina nunca foi usada e custa “milhões de reais”.

Na época, a aquisição do equipamento, feito em abril de 2012, foi anunciada pelo prefeito afastado Zé Rover (PP) em coletiva à imprensa local.

O médico disse que o relatório contendo informações das condições do aparelho foi entregue a diversas autoridades municipais, policiais e do judiciário.

Ainda, na entrevista, Wagner fez uma avaliação das atividades no HR e nos postos de saúde: “Não tem nenhum que funcione adequadamente”, lamentou.

>>> VEJA O VÍDEO ABAIXO:

https://

Texto: Extra de Rondônia

Vídeo: Extra de Rondônia

saude 468×60

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO