aftosa 728×90

 

CRACOLÂNDIA I

Iniciamos a coluna com um caso que está preocupando autoridades de segurança pública. Trata-se do abandono da pista do Kart, de Vilhena, que está sendo apelidado de  “Cracolândia”, em menção a uma área de São Paulo com intenso tráfico de drogas e meretrício. O autor do apelido é radialista o Alexandre Lima, do programa “Jornal da Tarde”, da Positiva FM. Ele fez severas críticas no programa radiofônico devido a crimes envolvendo drogas e prostituição no local.

CRACOLÂNDIA II

Na manhã desta quarta-feira, 25, uma guarnição da Força Tática realizava patrulhamento de rotina próximo à pista de kart, localizada no Alto dos Parecis, em Vilhena, quando foi informada por populares, que horas antes havia corrido uma intensa movimentação de usuários de drogas na área e que havia um jovem comercializando entorpecentes no local. Os efetivos da Lei prenderam no local uma sacola contendo vários pedaços de maconha, pesando cerca de 70 gramas.

CRACOLÂNDIA III

Mas este não é o primeiro caso. Conforme relatório de fiscalização ambiental 019/17, no dia 29 de julho passado, policiais se deslocaram até a área (IMAGEM ABAIXO) e constataram a prática de crime de poluição sonora e outros ilícitos. Frequentadores foram ouvidos e se apresentaram como “sócios”, alegando pagar R$ 30,00 por mês para usar o espaço para fazer rachas, manobras perigosas e empinar motos, procedimentos feitos sem qualquer segurança. Para os policiais, o local é alvo constante de denúncias envolvendo barulho excessivo, uso de drogas e práticas sexuais. O Ministério Público interviu e solicitou providências devido à má utilização do imóvel.

PROVIDÊNCIAS

À imprensa, em agosto, o presidente do Automóvel Clube, Patrick Zoche, disse “ser consciente das práticas que ocorrem no local, mas destacou que já tomou providências e acionou as autoridades competentes, tendo inclusive denunciado invasões que estariam ocorrendo na área”.

ANTIGO PROBLEMA 

Mais uma vida foi ceifada devido à trafegabilidade de carretas numa das principais avenidas da cidade de Vilhena. Neste sábado, a dona de casa Maria de Araújo, de 50 anos, que andava de bicicleta, morreu esmagada por um destes veículos. O acidente ocorreu na Avenida Brigadeiro Eduardo Gomes, no Bairro Jardim Eldorado, próximo ao semáforo com a Benno Luiz Graebin. Até quando as carretas continuarão fazendo vítimas? O site se solidariza com familiares e amigos da dona Cida.

TÔ FORA

A vereadora Helena Mara Rodrigues de Queiroz (PTB), a conhecida Leninha do Povo, de Vilhena, confessou a pessoas próximas que está desanimada com a política, pretende concluir seu mandato e não tentar a reeleição. Vereadora mais votada da atual legislatura, Leninha garante que os pedidos da população são inúmeros e não está conseguindo lidar com a situação. Vamos aguardar!

MAIS DE R$ 3 MILHÕES

Atenção! Está aberta a concorrência às empresas interessadas em participar da licitação para reforma e construção do prédio da Câmara de Vilhena. A abertura das propostas está prevista para o dia 20 de novembro, às 10h, no próprio Legislativo. Exatamente, o valor estimado é de R$ 3.220.296,58.

CASA NOVA

Falando ainda da reforma da Casa de Leis. Continua dando o que falar o exorbitante gasto com a obra. Internautas vilhenenses não concordam em gastar R$ 3,2 milhões numa obra, enquanto a saúde pública precisa de mais e mais investimentos.

JUSTIFICANDO

Vereadores realizaram coletiva com membros da imprensa local para justificar o uso de R$ 32 mil em diárias para ir à Brasília, nos dias 15 a 21 de outubro, para “conquistar recursos para o município de Vilhena”. Garantem que conquistaram, numa tal “força-tarefa”, mais de R$ 25 milhões para o município. Desse total, R$ 15 milhões por esforço dos parlamentares e R$ 10 milhões por parte da prefeita Rosani Donadon. A pergunta é: esse dinheiro vai sair mesmo? Se a resposta for positiva, quando? Estaremos aqui em 2018, 2019, 2020, pra divulgar os resultados, mas também para criticar os gastos exorbitantes caso esses tais “benefícios” não cheguem a Vilhena. Todos do site têm boa memória. Estamos de olho!

Texto: Extra de Rondônia

Fotos: Extra de Rondônia

 

aftosa 468×60