Em Cerejeiras, agente penitenciária é afastada sob suspeita de facilitar entrada de objetos na cadeia pública

Arquivado em: Conesul |

 

Uma agente penitenciaria lotada na cidade de Cerejeiras, no qual o Extra de Rondônia não vai divulgar o nome por enquanto, pois o processo corre em segredo de justiça, foi afastada de suas funções.

De acordo com informações obtidas pelo Site, a servidora foi comunicada de seu afastamento no dia 1 de novembro do corrente.

As informações dão conta que a servidora foi afastada após alguns meses de investigação, pois há suspeita que ela estava facilitando entrada de aparelhos celulares na cadeia pública.

Procurados pela reportagem os responsáveis pelo presídio preferiram não falar sobre o fato. O inquérito corre em segredo de justiça e está sendo investigado pela Polícia Civil de Cerejeiras.

 

Fonte: Extra de Rondônia

Foto: Extra de Rondônia

 

 

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve, em especial, aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO