Homem embriagado atira contra dono de boteco e cai de costas com impacto do disparo

Arquivado em: Policial |

 

O caso ocorreu por volta da 21h00, no Boteco Hora Extra, localizado na Avenida Paraná, Bairro Boa Esperança, onde um homem de 39 anos atirou contra o proprietário do estabelecimento após ter sido informado que o mesmo iria fechar.

Segundo relatos da vítima, o agente já chegou ao comércio apresentando fortes sinais de embriaguez e após convidá-lo para jogar e este ter se negado, sentou-se em uma cadeira na calçada e pediu uma cerveja.

Com o avançar das horas, o proprietário solicitou que o cliente fechasse a conta, porém este se negou e pediu mais uma dose de pinga, alegando que tinha dinheiro para pagar e que não sairia do local.

Após ter seu pedido atendido, o agente se levantou e foi embora, mas retornou minutos depois, em posse de uma espingarda e após ameaçar o proprietário, efetuou um disparo na direção do mesmo, porém, devido estar embriagada, o agente não suportou o impacto e caiu de costas, não conseguindo acertar a vitima, que foi atingido apenas por uma leve porção de pólvora do lado direito do abdômen.

Após se refugiar no interior do boteco e tentar trancar a porta, a vítima continuou sendo ameaçada pelo agente, que forçava a mesma afirmando que queria ver o “brabo”. Ao perceber que não conseguiria entrar, o agente fugiu do local e foi localizado pela Polícia Militar em sua residência, onde negou a ação.

Em revista pessoal, os militares encontraram no bolso do suspeito, três cartuchos intactos e embaixo de uns pedaços de madeira que estavam no quintal, uma espingarda calibre 12, com um cartucho intacto e um deflagrado.

Diante dos fatos, o suspeito recebeu voz de prisão e foi conduzido até a Unidade Integrada de Segurança Pública, onde foi flagranteado por porte ilegal de arma de fogo e homicídio tentado.

Fonte: Extra de Rondônia

Fotos: Extra de Rondônia

 

 

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve, em especial, aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO