unesc

Vereador mata desafeto a tiros em cidade de Rondônia

Arquivado em: Policial |

 

O crime aconteceu na Rua Tiradentes, próximo a empresa Mirandex, na entrada do bairro São Francisco, no 2º Distrito de Ji-Paraná, na tarde deste sábado, dia 10.

Uma testemunha que estava no carro do Vereador Clodoaldo Vieira de Jesus relatou que seu ex-marido Paulo Máximo Alves Pereira, que dirigia um veículo Gol sentido contrário, ao avistá-la com o vereador, trancou a passagem, forçando o motorista a entrar em outra rua.

Após a abordagem iniciou-se uma discussão e os dois entraram em vias de fato. Em um determinado momento da luta, o Vereador pegou um revólver e efetuou três disparos, atingindo a barriga e a cabeça de Paulo. Em seguida fugiu do local tomando rumo ignorado.

A testemunha também relatou que está separada há 05 meses e já trabalhou para o Vereador por algum tempo, mas acabou deixando o trabalho por causa dos ciúmes e brigas constantes do ex-companheiro.

Durante as oitivas, a mulher falou que ligou para o Vereador e pediu para que ele a levasse, juntamente com sua avó, até a rodoviária, onde pretendiam comprar uma passagem. No retorno à residência, aconteceu a briga.

A vítima chegou a ser socorrida ainda com vida ao HM, mas não resistiu aos ferimentos e faleceu durante os trabalhos de remoção para uma UTI de outra localidade

Até o momento, o Vereador Clodoaldo Cardoso, (foto abaixo), como é popularmente conhecido, está desaparecido, mas a polícia acredita que em breve ele deverá se apresentar para dar sua versão dos fatos.

Fonte: Rondôniaovivo

Foto: Comando 190

COMUNICADO: Respeitando a legislação eleitoral, o EXTRA DE RONDÔNIA retirou do ar o sistema de comentários através do Facebook. O objetivo da iniciativa é evitar problemas jurídicos devido a possíveis ataques de internautas contra candidatos. Agradecemos a compreensão.

A DIREÇÃO
COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve, em especial, aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO