mercado paulista

Estelionatário induz idosa deficiente auditiva a realizar empréstimo consignado para pagamento de colchão

Arquivado em: Policial |

 

O caso foi registrado em Vilhena, no fim da manhã de segunda-feira, 12, por uma idosa, de 65 anos, moradora da cidade de Espigão do Oeste, vítima de um estelionatário que se diz ser vendedor de colchões magnéticos e que a teria levado a realizar um empréstimo consignado superior a R$ 4 mil, para o pagamento de um produto.

Segundo o registro da ocorrência, a idosa foi procurada na cidade onde reside, pelo vendedor, que realizou a venda de um colchão para esta, no valor de R$ 12.240,00, divididos em 60 parcelas de R$ 204,00.

Após a assinatura das promissórias, o estelionatário afirmou para a cliente, que dentro de 15 dias, o produto seria entregue em sua residência. No entanto, a vítima, que afirma ser deficiente auditiva e analfabeta funcional, relatou só ter assinado os documentos, devido acreditar que o valor do colchão fosse de R$ 7 mil.

Não satisfeito, ao ter conhecimento de que a mulher estava em Vilhena, onde veio realizar tratamento médico, o suposto vendedor, após ligar para o filho da vítima e se certificar de que este não estava no município, levou a idosa até uma agência bancária, onde a induziu a realizar um empréstimo no valor de R$ 4.106,00, dos quais conseguiu sacar R$ 2.500,00.

Para a polícia,  a vítima relatou, que se sentiu pressionada a realizar o referido empréstimo e que no momento do saque, o infrator até mesmo segurou sua mão para passar pela biometria.

Ao ter conhecimento dos fatos, o filho da mulher a levou até a Unidade Integrada de Segurança Pública (UNISP) para o registro de um boletim de ocorrências. De acordo com dados fornecidos à vítima pelo estelionatário que se apresentou com o nome de Claudecir, este representa uma empresa de razão social Dulcinéia Vieira da Silva EPP, localizada na Avenida Amazonas, Bairro Bom Jesus, em Jaru/RO.

 

 

Texto: Extra de Rondônia

Foto: Ilustrativa

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve, em especial, aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO