A última visita do ano, ocorrida na manhã de sexta-feira, 28, foi marcada por transtornos nos presídios de Vilhena e Cerejeiras, onde familiares de presos tentaram entrar nas respectivas unidades com produtos proibidos e até mesmo ilícitos.

No Presídio Cone Sul de Vilhena, os carcereiros frustraram a entrada de um aparelho celular, escondido por um visitante no fundo de um balde, que seria entregue para seu irmão, que cumpre pena na unidade.

A reportagem do Extra de Rondônia obteve informações através do diretor de segurança, de que em cada cela é permitida a permanência de um balde, usado na limpeza do ambiente. Diante disso, a visita se aproveitou da situação e escondeu o aparelho celular no fundo falso do objeto plástico, na tentativa de passá-lo para dentro da unidade, mas acabou tendo sua ação frustrada.

Como o visitante ainda estava fora das dependências do presídio com o aparelho, a ação não é considerada crime, tendo o mesmo, apenas o direito de visita suspenso pelo prazo de 120 dias. Caso já tivesse sido flagrado dentro da unidade, este responderia criminalmente, podendo pegar de três meses a um ano de detenção.

Já em Cerejeiras a situação foi um pouco mais grave, pois agentes penitenciários flagraram o momento em que um apenado tentava passar drogas para outro durante o horário de visitas e acabaram tendo que disparar tiros antimotim, devido os ânimos dos presos terem se alterado no momento em que ação foi frustrada.

Os envolvidos foram conduzidos ao hospital para realização de curativos, mas não sofreram lesões graves. Nenhum visitante ficou ferido.

Em contato com o diretor geral, Eguinaldo Silva, a reportagem do site foi informada de que mesmo após a realização da “Operação Casão”, que teve como foco, eliminar o tráfico de drogas dentro da unidade, ainda é intensa a passagem de substâncias ilícitas para os presos pelos próprios visitantes, uma vez que foi abolida a revista íntima. “Sempre após os dias de visitas é possível sentir um forte odor de maconha vindo das celas”, relatou.

Texto e fotos: Extra de Rondônia

 

 

 


COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO