mercado paulista

Presidente da FCV explica porque não haverá Carnaval de rua este ano

Arquivado em: Variedades |

 

A Presidente da Fundação Cultural de Vilhena (FCV), Katia Valéria da Silva, recebeu na última quinta-feira, 31, a reportagem do Extra de Rondônia, onde explicou os motivos no qual a fundação não promoverá o Carnaval de rua este ano.

Valéria disse que a fundação não tem recursos para realizar a festa Carnavalesca, sendo que orçamento anual de R$ 650 mil só cobre a folha de pagamento, encargos sociais e realização do calendário de eventos já programados.

A titular da FCV contou ainda que o prefeito Eduardo Japonês a informou que não haveria necessidade em gastar com festa de Carnaval. Entretanto, reforçou que após o Carnaval será realizado o Madeira Festival de Teatro, que contará com oficinas e apresentações.

“Acho viável priorizar eventos como esses que tem custo zero do que uma festa de Carnaval que tem valor elevado. Porém, o prefeito liberou blocos para realizarem a festa popular com recursos próprios”, pontuou.

Kátia ressalta que a fundação realizará oficinas de canto, artesanato, pintura e fotografia, como também, exposições de artes plásticas e festival de música. “Está em estudo à realização de outras atividades, mas para isso acontecer precisamos captar recursos junto a iniciativa privada”, finalizou.

Texto: Extra de Rondônia

Foto: Extra de Rondônia

 

 

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve, em especial, aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO