mercado paulista

Ao som de vaias e apitos, carcereiros protestam durante discurso de secretário por inércia do governo; vídeos

Arquivado em: Política |

 

Parte dos agentes penitenciários de Vilhena realizam neste momento uma manifestação na cerimônia de aberta do ano letivo, que esta ocorrendo na Escola Estadual Alvares de Azevedo, no Centro de Vilhena.

De acordo com Claudinei Costa de Farias, vice presidente do Sindicado dos Agentes Penitenciários e Socioeducadores de Rondônia (Singeperon), a manifestação é em prol das mesmas reivindicações que vem sendo buscadas pela categoria desde o início de janeiro, quando no município foi adotado o procedimento padrão, onde foram suspensas as realizações de horas extras, o que derrubou pela metade o número de servidores por plantão em todas as unidades prisionais, desativou o Grupo de Ações Penitenciárias Especiais (GAPE) e culminou com a intervenção militar.

Como estava prevista a presença do governador Marcos Rocha (PSL) na solenidade, os agentes se reuniram no local, porém, compareceu apenas o secretário estadual de governo, Nilton Cordeiro, que durante todo seu discurso foi interpelado com vaias e sons de apitos, emitidos pelos carcereiros, eu buscam o realinhamento salarial, proposto pelo governo anterior e vetado pelo atual logo no início de sua gestão.

Quando questionado sobre o trabalho em conjunto com a PM, que vem sendo realizado após a intervenção militar no Presídio Cone Sul, Claudinei relatou que em Vilhena tem ocorrido de forma  pacífica e que as ações realizadas pelo Capitão Aldimas Ferreira, que está à frente da unidade desde o início da semana, eram almejadas pelos agentes, porém, sempre foram barradas pela justiça.

https://

https://

Texto, fotos e vídeos: Extra de Rondônia

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve, em especial, aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO