Com objetivo de ressocializar homens e mulheres que cumprem pena na Colônia Penal de Vilhena, começou na manhã desta quarta-feira, 13, o ano letivo 2019 com ensino fundamental e médio.

A garantia da educação como direito social está amparada, tanto na constituição brasileira, como na Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB), quando dispõem que “é dever do Estado e da família assegurar sua promoção” (BRASIL, 1988, Artigo 208, seção I).

A solenidade de abertura contou com a presença do diretor do Ceeja, professor Nilson Teixeira, supervisora Wilma Macedo Barreira, coordenadora regional de educação Marizete Rover, coordenadora da Secretaria Estadual de Educação (Seduc), Cleuza Aparecida Rosa, secretário executivo Nilton Gomes Cordeiro, gerente pedagógica Andréia Batista, professora Isabel, diretor geral do Presídio Alexsandro Pereira da Silva e demais servidores.

Texto: Extra de Rondônia

Fotos: Divulgação

 

 

 

 

Mercado Paulista

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO