Gilmar José Baseggio, vulgo “Tchoco”/ Foto: Divulgação

O foragido da justiça Gilmar José Baseggio, mais conhecido como “Tchoco”, que foi condenado a mais de 35 anos de prisão por ter causado a morte de um policial federal há exatamente 20 anos, foi preso na noite de quarta-feira, 13,  em Santa Cruz de La Sierra, na Bolívia.

Gilmar que liderava uma quadrilha, armou uma emboscada às margens do Rio Guaporé, na fronteira com a Bolívia, para os federais que realizavam uma operação contra o tráfico internacional de drogas.

Na ocasião, o policial Roberto Simões de Mentzinger morreu após ser baleado e ter caído no rio e outros agentes ficaram feridos. O corpo do federal só foi encontrado dois dias depois.

Gilmar chegou a ser preso três anos após o crime, porém, fugiu do Presídio Urso Branco, em Porto Velho, e desde então foi incluído na lista dos dez mais procurados pela PF.




 

Mercado Paulista

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO