covid19 – 728×90-2

 

Programa Mais Calcário atende produtores do Cone Sul do Estado / Foto: Divulgação

O governo de Rondônia, por meio da Secretaria de Estado da Agricultura (Seagri), atendeu 115 produtores dos municípios que formam a região do Cone Sul, com a entrega, até o momento, do total de 3.358 toneladas de calcário, investindo na melhoria do setor produtivo, segundo relatório produzido pela Área Animal da Entidade Autárquica de Assistência Técnica e Extensão Rural de Rondônia (Emater – território Cone Sul).

O trabalho é realizado por intermédio do Programa Mais Calcário, executado com recursos do Programa de Desenvolvimento da Pecuária Leiteira do Estado de Rondônia (Proleite).

Em Vilhena, o trabalho é desenvolvido pelos técnicos da Seagri, o engenheiro agrônomo Ariel Gomes e o médico veterinário Fabiano Cremonini, ambos responsáveis pelo acompanhamento das entregas e toda a logística das atividades desenvolvidas no Cone Sul, com apoio do supervisor da Área Animal da Emater, zootecnista Alexandre Notti.

De acordo com Ariel Gomes, o calcário é importante matéria prima para a correção da acidez do solo, sendo de fundamental importância para a assimilação dos nutrientes necessários à formação e recuperação das pastagens. Os primeiros municípios a receberem o benefício foram Cabixi, Pimenteiras do Oeste, Colorado do Oeste, Corumbiara, Cerejeiras e Vilhena.

A Emater Território Cone Sul, gerenciada pelo engenheiro agrônomo, Alessandro Pedralli, tem participação decisiva no trabalho de levantamento das demandas em todos os municípios. “Após a compra do calcário, com preço diferenciado, a Seagri garante o transporte do produto até o município”, explica.

VISITAS

Em duas visitas feitas aos municípios de Colorado do Oeste e Corumbiara, os técnicos da Seagri acompanharam de perto as entregas do produto, oportunidade em que ouviram e orientaram os produtores sobre a importância do investimento para melhorar a formação e recuperação das pastagens.

No Sítio Santo Antônio, área rural de Colorado do Oeste, o produtor de leite Claudino Tavares, dono de uma propriedade com 87,12 hectares, disse que, entre outras coisas, a chegada do calcário iria melhorar sua pastagem. “Veio em boa hora. Vai melhorar a produção. Gostaria de agradecer o incentivo do Governo de Rondônia e a todos os técnicos da Seagri e Emater que estão à frente desse importante trabalho”, destacou o sitiante.

Na região de Corumbiara, os técnicos da Seagri estiveram acompanhados da extensionista da Emater, Francy Karla, momento em que realizaram sete visitas técnicas aos produtores que adquiriram calcário. Para o produtor Claudinei Duarte, dono de 50,82 hectares na área rural do município, o calcário vai melhorar o solo de sua propriedade e ajudar na recuperação das pastagens.

A moradora da Linha 05, Maurinda Rosa da Silva, produtora de leite e proprietária de 33,88 hectares, agradeceu a visita e as orientações dos técnicos, ressaltando que, entre outras ações, o produto vai garantir a produção de mais capim. “Fico feliz com o trabalho que está sendo realizado pelo Governo e pelos técnicos que nos garantem assistência e, por outro lado, melhoram nossa renda”, comentou.

Além de agradecer a chegada do calcário, a produtora Ully Gonçalves, dona de 111,32 hectares, destacou a importância da economia que fez ao adquirir o produto. “O preço é fundamental para garantir uma produção melhor e também elevar nossa renda”, explicou.

Na área do produtor de leite, Aendeson Carlos, os técnicos acompanharam de perto o trabalho que ele realizava para espalhar o calcário em sua propriedade de 50,82 hectares, com a ajuda de um vizinho de sítio, o produtor Maurício Cândido, presidente da Associação dos Produtores Rurais de Corumbiara.

Na oportunidade, Aenderson fez questão de agradecer a visita e o incentivo feito pelo Governo para melhorar a produção de sua pastagem. “Esperamos um capim mais verde e melhoria na produção”, disse o produtor ao agradecer o trabalho realizado pelo Governo do Estado.

sicoob credisul
covid19 – 728×90-1

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO