dengue 728×90 – 2
A medida atinge principalmente os caminhões e ônibus, cuja frota de fabricação é anterior a 2005
A medida atinge principalmente os caminhões e ônibus, cuja frota de fabricação é anterior a 2005

A partir de 2014, veículos com emissão excessiva de poluentes em Rondônia serão multados. A determinação é do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) que regulamenta do Código de Trânsito Brasileiro.

A medida atinge principalmente os caminhões e ônibus, cuja frota de fabricação é anterior a 2005. As informações foram divulgadas pelo Departamento Estadual de Trânsito (Detran/RO). A infração é considerada grave, levando a multa de R$ 127,69 e 5 pontos na carteira do motorista, além do recolhimento do veiculo.

Em alguns estados brasileiros ela começa a valer no próximo dia 1º de Setembro. A frota de veículos em Rondônia é estimada em 730 mil veículos com menos de 10 anos. Parte dos automóveis irregulares se concentra no interior do estado, nas linhas e vicinais. Com a nova resolução, a tendência é de que os veículos movidos a diesel intensifiquem a manutenção preventiva e periódica, a fim de minimizar suas emissões.

Além disso, aqueles que não possuem sistema de injeção eletrônica serão obrigados a instalar equipamentos que reduzam os efeitos dos gases liberados pelos escapamentos. Os motores que funcionam com a queima deste combustível emitem 80 vezes mais óxidos de nitrogênio por quilômetro rodado, 30 vezes mais monóxido de carbono do que os a álcool e libera oito vezes mais partículas sólidas e 3,6 vezes mais dióxido de enxofre do que os motores a gasolina.

De acordo com o Diretor Executivo de Operação do Detran, Hugo Correia, a fumaça preta lançada diretamente na atmosfera pela descarga dos escapamentos dos veículos movidos a óleo diesel têm reflexos diretos sobre a saúde da população contribuindo para o surgimento e o agravo de doenças respiratórias, irritação dos olhos e garganta. É necessário reduzir os índices de poluição tão prejudicial à saúde”. Ele explica ainda que a resolução prevê o uso do opacímetro (aparelho utilizado na medição do índice k (quantidade de fumaça emitida por metro). Durante a ação os técnicos comparam a cor da fumaça expelida pelo veículo movido a diesel, identificando, assim, o grau de poluição.

 

Texto: Estadão do Norte

Foto: Ilustrativa

dengue 728×90

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO