Estamos em guerra governo 728×90  – ALE celular 300×250
Polícia pediu prisão preventiva de Flávio José da Cruz
Polícia pediu prisão preventiva de Flávio José da Cruz
Estamos em guerra 468×60

Após um mês de intensa investigação, a Polícia Civil de Vilhena, através da equipe de investigadores e delegado, aponta provas relevantes do autor do crime ocorrido no dia 02 novembro deste ano, no bairro Vila Operária, em Vilhena.

Segundo a polícia, o acusado de ter matado o jovem Edivaldo de Souza, é Flávio José da Cruz, que no dia do crime evadiu-se do local do fato.

A Polícia Civil em Vilhena que já havia representado pela Prisão Preventiva do suspeito, cujo mandado de prisão foi prontamente expedido pelo Judiciário local.

Flávio encontra-se foragido e sua foto foi divulgada pela polícia visando a sua identificação e localização por parte da comunidade  Rondoniense. A polícia pede que qualquer informação sobre o paradeiro do suspeito deve ser feita através de ligação telefônica para os números (69) 3322-3001 /  197 da Policia Civil e 190 da Policia Militar.

O crime

O homicídio aconteceu na tarde do dia 02 de novembro passado, na rua 349-A, no bairro Vila Operária. Conforme informações colhidas pelo Extra de Rondôni, na ocasião, Edivaldo de Souza, de 25 anos, foi assassinado com vários tiros. O pai da vítima informou na ocasião, que, na noite anterior do crime, seu filho se envolveu em uma briga em uma chácara próxima da cidade.

Texto: Extra de Rondônia

Informações e Foto: ASCOM – Delegacia Regional de Vilhena (RO)

estamos em guerra 728×90 2
covid 468×60

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO