dengue 728×90 – 2

egresso 1A Casa de Apoio ao Egresso, de Vilhena, vai promover um curso de pedreiro de construção civil. Ao todo são 20 vagas: cinco para egressos, apenados do regime semiaberto e seus familiares; e 15 para a comunidade em geral, informou Guilherme Alexandre, do Sesi.

O curso faz parte de uma série de atividades que visam à reinserção do individuo que está no final ou que já cumpriu sua pena na sociedade, propiciando uma oportunidade para que retorne como um cidadão preparado e melhor qualificado para o mercado de trabalho, buscando, contudo, a diminuição da reincidência no crime por falta de perspectiva.

O projeto “Egresso profissional” foi criado pela atual equipe da CAE (Casa de Apoio ao Egresso), que é um órgão que pertence a SEJUS (Secretaria de Estado da Justiça) e conta com o apoio e colaboração do Poder Judiciário, Ministério Público e Conselho da Comunidade.

A Casa do Egresso foi criada em 2010 e reformulada há nove meses. Atualmente sua nova equipe conta com uma psicóloga, uma assistente social, entre outros funcionários que atendem e realizam diversas atividades como à profissionalização, a colocação do egresso no mercado de trabalho, a confecção de documentos, o reestabelecimento do contato com os familiares, alojamento provisório em casos especiais, entre outras atividades pertinentes ao retorno do cidadão ao convívio com a sociedade.

Texto e Foto: Assessoria

dengue 728×90

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO