dengue 728×90 – 2

gaucho do milhoO vice-presidente do Vilhena Esporte Clube (VEC), José Carlos Delanhol, o Gaúcho do  Milho, entrou em contato com o Extra de Rondônia nesta segunda-feira, 9, para falar um pouco mais sobre time, bem como sobre o elenco que irá disputar as copas Verde, e do Brasil, além do campeonato estadual na próxima temporada.

Gaúcho disse que alguns jogadores já defenderam o brasão do VEC e que dez já fecharam contrato com a equipe. Alex Sorocaba, meia-atacante (Sorriso); Alex Barcellos, zagueiro (Sorriso/VEC); Carlinhos, volante (VEC/Mixto); Souza, atacante (Vilhena/Ariquemes/Genus); Valtinho, meia (Sorriso/VEC); Tairon, zagueiro (Sorriso/VEC); Felipe Sorbara, atacante (VEC/Naviraiense – MS); Leonardo, lateral (Francisco Beltrão-PR); Edilsinho, meia-esquerda (Sorriso/VEC); e Cucaú, volante (VEC).

Mesmo com um número alto de atletas já contratados, o vice-presidente do clube disse que ainda há a possibilidade de contratação de um jogador de renome nacional. Gaúcho evitou adiantar nomes, porém deixou claro que seria ótimo para os projetos dos lobos do cerrado. “Nós estamos pleiteando um patrocínio da Caixa Econômica Federal, e em contato com empresas grandes com sede em Rondônia. Um atleta de renome ajudaria a agilizar as negociações”, explica o chefe dos lobos.

O custo operacional do VEC é alto. Para a próxima temporada a diretoria avaliou que custará R$ 85 mil mensais para cobrir despesas variadas; desde o pagamento do pessoal, até mesmo viagens, alimentação, etc. “Esperamos poder contar com a ajuda do Prefeito Zé Rover, que é um torcedor incondicional do VEC e nosso parceiro de sempre. Vamos nos reunir com ele nas próximas semanas e apresentar o nosso projeto”, arrematou Gaúcho do Milho.

 

Fonte: Extra de Rondônia

Texto: Rômulo Azevedo

Foto: Divulgação

dengue 728×90

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO