Estamos em guerra governo 728×90  – ALE celular 300×250
Vergílio Remoacir recebeu o Prêmio de Automação Comercial
Vergílio Remoacir recebeu o Prêmio de Automação Comercial
Estamos em guerra 468×60

O apicultor vilhenense Vergílio Remoacir Possebom Filho, recebeu este mês o Prêmio de Automação Comercial, uma homenagem oferecida às empresas e organizações selecionadas pelas boas práticas na utilização e gestão dos padrões da GS1, em São Paulo.

A premiação contou com representantes de 51 países e o produtor foi o único representante de Rondônia. O caso de sucesso de Vergílio teve início no momento em que se aposentou como policial militar, apaixonando-se pela apicultura. Inicialmente com uma pequena produção, aos poucos o empreendedor foi aumentando a estrutura, e hoje produz cerca de três mil quilos de mel por safra. Hoje, todo o trabalho é desenvolvido pelo produtor e sua família, desde a extração no material até o envasamento do mel. Além da qualidade do produto, todo o sistema de produção é desenvolvido de forma sustentável. “Aqui tudo a gente aproveita, a cera, por exemplo, eu uso para fazer novas folhas para as melgueiras, assim não geramos resíduo algum para o meio ambiente”, observou.

O gerente regional do Sebrae, Rangel Miranda, destaca a importância de um empresário local ser reconhecido nacionalmente por sua prática empreendedora, possibilitando que outros busquem a competitividade dos negócios, o que, consequentemente, traz benefícios à economia local. “A prática empreendedora do empresário vilhenense, com o apoio do Sebrae, é uma prova de que o conhecimento muda o rumo do negócio, tornando-o mais eficiente e competitivo”.

Texto: Extra de Rondônia

Informações e Foto: Assessoria

estamos em guerra 728×90 2
covid 468×60

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO