Estamos em guerra governo 728×90  – ALE celular 300×250
Estamos em guerra 468×60

Confucio vai responder internautasAo desembarcar no aeroporto Brigadeiro Camarão, na manhã desta quarta-feira, 18, em Vilhena, o governador Confúcio Moura (PMDB) foi abordado por uma equipe de jornalistas do Extra de Rondônia e recebeu dos profissionais de comunicação uma série de perguntas formuladas por internautas do site a respeito de assuntos variados de sua administração no Cone Sul.

Educado e gentil, Confúcio recebeu o ofício contendo dez perguntas. O chefe do executivo estadual leu rapidamente o questionário e garantiu que precisa dar uma resposta dos seus atos à frente do Executivo Estadual aos moradores da região.

Nos questionamentos, estão assuntos relacionados às obras executadas no programa “Asfalto Bom”, custeados pelo Governo Estadual. Há críticas quanto à obra, que em alguns lugares chega a acumular água e começa a demonstrar fragilidade; outra pergunta é a respeito da acusação do presidente da Assembleia Legislativa, deputado Hermínio Coelho (PSD), que afirmou que “Confúcio cortou doações de sementes aos produtores rurais de Rondônia”. Os internautas também querem saber qual a relação política dele com o senador cassado Expedito Júnior (PSDB), que já seria pré-candidato ao Governo, e  com o prefeito Zé Rover, tendo em vista que o prefeito vilhenense faz parte da base de apoio ao grupo do ainda senador Ivo Cassol (PP), seu adversário político declarado. E, entre outras perguntas, os internautas querem saber se Confúcio é ou não candidato a reeleição em 2014.

O governador garantiu responder os questionamentos em breve.

 

Texto: Extra de Rondônia

Foto: Esteban Vera

estamos em guerra 728×90 2
covid 468×60

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO