Estamos em guerra governo 728×90  – ALE celular 300×250
Walison Henrique Gonçalves confessou o crime
Walison Henrique Gonçalves confessou o crime
Estamos em guerra 468×60

O homicídio de Davi Oliveira Silva, ocorrido no dia  10 de Outubro passado, no setor 12, avenida Celso Mazutti, em Vilhena,  sendo o corpo encontrado no dia 15 de outubro, era tido como autoria desconhecida.

Entretanto, Policiais Civis de Vilhena efetuaram árduas diligencias no intuito de  elucidar o crime e localizar o infrator, visto que o corpo foi encontrado com sinais de  facadas e sem testemunhas do fato, o que dificultou o trabalho dos investigadores.

Porém, nesta segunda-feira, 23, a Policia Civil identificou o suspeito do crime. Trata-se de Walison Henrique Gonçalves de Souza, conhecido no mundo do crime como “Neguinho”, 19 anos.

Diversos depoimentos davam conta de que o suspeito tinha brigado com a vítima tendo como causa um aparelho celular. Walison foi preso por policiais militares no último sábado, 21, por estar com um comparsa portando arma de fogo e com uma motoneta furtada.

O serviço dos investigadores da Policia Civil, já bem orquestrado, apontava para Walison, como sendo o executor da vítima. Tirado do presídio local para ser interrogado, o suspeito confessou o crime, e disse que foram 16 facadas no desafeto.

Walison foi indiciado por crime de homicídio e devolvido ao presídio local onde aguarda o pronunciamento da justiça.

Texto e Foto: Assessoria (Ascom-Delegacia Regional de Vilhena)

estamos em guerra 728×90 2
covid 468×60

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO