Estamos em guerra governo 728×90  – ALE celular 300×250
Estamos em guerra 468×60

 

luan-boaventura-395x580O menor Luan Boaventura, 17 anos, acusado de ter assassinado o sargento da Polícia Militar (PM), Luciano Amorim dos Santos, 36 anos e ferido outro policial na madrugada do dia 23 de Dezembro em Cáceres – MT, foi morto hoje (25), durante um confronto com policiais. O menor foi encontrado em uma região de mata fechada conhecida como “Pé de Anta”, na comunidade do Caramujo, zona rural de Cáceres.

Segundo informações da PM, a localização do acusado partiu após um rastreamento feito no sinal da torre do celular dele. Ao perceber a aproximação dos policiais, Luan atirou contra a guarnição que revidou os disparos.

Ainda conforme a PM, os policiais ainda acionaram o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), porém o rapaz já havia morrido.

Com Luan a guarnição recuperou a pistola .40, roubada do sargento no dia do crime.

 O CRIME

O 3º sargento Luciano Amorim dos Santos, 36 anos, morreu e o soldado Waldenir Miranda Silva ficou ferido em estado grave, após abordarem um menor que fugia em uma motocicleta roubada. O caso aconteceu na madrugada do dia (23), no Distrito de Caramujo, município de Cáceres.

Segundo informações preliminares, após a perseguição o menor teria abandonado a motocicleta em um terreno e teria fugido por uma cerca de  balaústre, porém ao tentar pular o obstáculo o suspeito se ‘enroscou’. O sargento Amorim encontrou o jovem preso e foi fazer a abordagem.

A suspeita é que o coldre do policial teria aberto na ação e com isso o menor teria pegado à arma e atirado em Amorim e no soldado Waldenir. Amorim foi atingido por um disparo de arma de fogo na altura do coração e o soldado Waldenir que o acompanhava, foi baleado com dois tiros, um no pescoço e o outro nas costas, ele está internado em estado grave.

Após o crime, três viaturas se deslocaram para o local para dar apoio na ocorrência, porém durante o trajeto, logo em frente ao posto da PRF, uma viatura ocupada pelo 3º sargento Luciano Pinheiro Garcia, cabo César Elias Campos de Morais e cabo Rodiney da Silva Rodrigues, veio a se chocar com um poste de iluminação pública.

luan-boaventura-morto-2-580x384

viatura-bateu-em-poste-580x361

 

Fonte: Agora MT

 

estamos em guerra 728×90 2
covid 468×60

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO