dengue 728×90 – 2

jacare da guspore1A aparição de um jacaré-açu de aproximadamente seis metros deixou a comunidade quilombola de Santo Antônio do Guaporé está em estado de alerta.

Segundo moradores, duas crianças pequenas com idade aproximadamente sete e nove anos estavam brincando nas margens do rio quando o jacaré as atacou. Porém, devido elas estavam acompanhadas de um cachorro que latiu, acuando e atacando o predador.

As crianças fugiram assustadas, porem o cão levou o pior na luta com o enorme jacaré e foi devorado. O fato se deu por volta das 17h00 deste domingo (29) mas só na segunda-feira que foi comunicado via rádio.

O avô das crianças, o líder comunitário Jorge Calazans está bastante apreensivo e desaconselha a ida de crianças ou mesmo adultos desacompanhado ás margens do rio e está se deslocando até Costa Marques, para em contato com as autoridades competentes buscarem solução para o problema.

O ambientalista José Soares Neto, conhecido como “Zeca Lula”, diz que normalmente esses repteis não atacam pessoas ou nem mesmo tem por habito se aproximarem de áreas habitadas, porem, uma série de fatores está provocando uma alteração no comportamento destes animais, como desequilíbrio ecológico, uma vez que devido á pesca predatória está ficando escassa a alimentação natural dos jacarés fazendo com que os mesmos busquem outras fontes de alimentos e fatalmente se aproximam dos humanos. Outro fator que contribui com esta situação é a falta de cuidados com o lixo dos acampamentos de turistas ou pescadores nas praias e barrancos. Segundo o ambientalista, muitas vezes sobras de comida ou mesmo peixes limpos ou descartados na água acabam “cevando” estes repteis que acostumam a buscar estes alimentos onde há seres humanos. “O barulho de conversa, da voz humana acaba sendo associado a comida fácil para estes espécimes”, alertou Zeca Lula.

AutorJornal Correio do Vale

Foto: Divulgação

 

dengue 728×90

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO