banner 728×90 2

 

Amazon-Gas-capaNa tarde desta terça-feira, 7, a Central de Operações da Policia Militar, recebeu informações que o empresário vilhenense Vanderley de Melo Rodrigues, havia saído por volta das 12h00 com seu veículo Toyota Corola de sua empresa Amazon Gás localizada na Avenida Sabino Bezerra de Queiros, para ir ao banco, porém não havia ido a agência e não tinha retornado até as 16h00.

A família registrou um BO de desaparecimento na (DPC) Delegacia de Polícia Civil, pois o mesmo estava com o celular desligado, e segundo familiares ele não costuma fazer isto.

Com isso, várias viaturas foram designadas a fazer buscas pela cidade e até na área rural. Entretanto por volta das 16h50. Chegou informação que Vanderley estava num secador de soja na BR-174 cerca de 20 quilômetros de Vilhena.

Contudo, ele havia pedido socorro no local, e disse que havia sido sequestrado e seu carro roubado por três elementos armados. A viatura do GOE (Grupo de Operações Especiais) foi até ao local e constatou que a pessoa que estava lá era o empresário.

De acordo com vítima ele relatou aos militares, que estacionou seu veículo na Rua 32 ao lado da Agência do Sicredi e ao descer do carro três homens o imobilizou e o colocou dentro do veículo com a cabeça para baixo e mandou que fechasse os olhos, depois um dos elementos assumiu a direção e começaram a andar pela cidade, depois a vítima percebeu que começaram a andar por linha reta por muito tempo.

Vanderley Também percebeu que o carro parou e os indivíduos conversaram com outras pessoas que estavam num carro cujo barulho do motor parecia ser de uma caminhonete.

Logo após os sequestradores pararam numa estrada vicinal e o ordenaram que descesse e andasse sem olhar para trás e a todo o momento falava que ia mata-lo, ao perceber que estava se aproximando de uma mata a vítima saiu correndo entrado na vegetação, sendo que o bandido disparou várias vezes em sua direção, não acertando nem um tiro.

Após algum tempo dentro da mata, o empresário saiu para a rodovia, onde andou e encontrou uma placa no qual indicava Vilhena há 40 Km, caminhou por um tempo e um motoqueiro passou e deu carona a ele até o secador.

Os marginais levaram o veículo, R$ 1 mil em dinheiro, aparelho celular e todos os documentos pessoais da vítima.

O caso foi registrado na Delegacia de Polícia Civil, onde a partir de agora passa a ser investigado pela SEVIC (Serviço de Investigação e Captura).

Fonte: Extra de Rondônia

Texto e Foto: Carlos Franco 

banner 728×90 1

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO