dengue 728×90 – 2

Eliton costaO promoter Eliton Costa conversou com a equipe de reportagem do Extra de Rondônia na manhã desta terça-feira, 7, e falou sobre os detalhes e o que sentiu quando atropelou a dupla de assaltantes que tentou roubar um malote de dinheiro de seu sócio Adelço Bastos, na manhã da segunda-feira, 6.

Segundo Eliton minutos antes do crime ele estava na banca do Zoio e viu que Adelço seguia rumo à casa do também sócio da casa noturna Puby, Vilso Girardello, onde haviam combinado de se encontrar.

Eliton contou que seguiu ao ponto de encontro e já na esquina percebeu que Adelço havia sido surpreendido pela dupla. “Eu não pensei duas vezes e acelerei o carro para tentar ajudar. Fiz a única coisa que tinha que ser feita”, disse o promoter. Ele contou, ainda, que não teve tempo de sentir coisa alguma, “pois foi tudo muito rápido e eu agi por impulso para tentar segurar os assaltantes”, conta.

O promoter que conseguiu evitar sozinho o assalto, segurou o assaltante Diego Servi, de 25 anos. O segundo homem que estava na moto, ainda não identificado, conseguiu fugir a pé, correndo sentido Avenida Capitão Castro. Logo que os amigos de Eliton chegaram para segurar o único preso pelo crime, ele ainda saiu correndo atrás do segundo assaltante, que de acordo com o promoter correu e conseguiu se esconder por um tempo em uma loja de informática que fica localizada na Rua Osvaldo Cruz, entre as Avenidas Liberdade (onde aconteceu o assalto) e Capitão Castro.

Adelço Bastos estava com dois malotes; um continha cerca de R$ 8 mil e o segundo R$ 1.5 mil. “O malote que continha mais dinheiro caiu no chão quando eu os atingi; o outro o assaltante que fugiu conseguiu levar”, contou o promoter.

Veja no link abaixo matéria que relata mais sobre o caso.http://www.extraderondonia.com.br/2014/01/06/empresario-escapa-de-assalto-com-ajuda-de-socio/

Fonte: Extra de Rondônia

Texto: Rômulo Azevedo

Foto: Arquivo Pessoal

 

dengue 728×90

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO