dengue 728×90 – 2
Ataíde José da Silva foi o primeiro prefeito de Chupinguaia
Ataíde José da Silva foi o primeiro prefeito de Chupinguaia

O ex-prefeito de Chupinguaia, José Ataíde da Silva, foi condenado por irregularidades na prestação de contas quando era presidente da Câmara Municipal de Vilhena, em 1996. Ele deverá pagar R$ 34.864,10 e mais multa de R$ 5 mil.

A decisão foi proferida em 1999. Mas, em 2003, Ataíde recorreu da decisão e entrou com recurso de revisão ao Ministério Público de Contas (MPC). Passaram-se mais de 10 anos e o processo ainda não foi julgado.

Um fato interessante neste caso é que o condenado está morto. Ataíde da Silva faleceu em julho de 2007, vítima de infarto. Conforme relatório do Conselheiro do TCE/RO, Wilber Carlos dos Santos Coimbra, a prestação de contas foi considerada irregular devido a remunerações recebidas indevidamente por outros vereadores em 1996.

Entendendo a situação, o TCE/RO concedeu, ao ex-prefeito, a baixa de responsabilidade somente com relação à multa de R$ 5 mil, permanecendo o débito de R$ 34 mil. O Tribunal é favorável ao fecho do processo, mas espera ainda o pronunciamento do MPC. A decisão foi publicada recentemente no Diário Oficial do TCE/RO.

PRIMEIRO PREFEITO DE CHUPINGUAIA

Ataíde José da Silva faleceu na manhã do dia 24 de julho de 2007, em Vilhena, vítima de um infarto. Elefoi socorrido e levado ao Hospital Santa Helena onde deu entrada por volta das 06h00, morrendo poucos minutos depois. O coração já adoentado não resistiu ao novo ataque.

Ataíde foi vereador e presidente da Câmara de Vereadores de Vilhena, representando o então distrito de Chupinguaia. Lutou pela emancipação do distrito e se tornou o primeiro prefeito do recém criado município, sendo reeleito para um segundo mandato, que terminou em 2004. Ataíde se preparava para tentar voltar à vida pública. Ele pretendia disputar a prefeitura de Chupinguaia em 2008.

 

Texto: Extra de Rondônia

Foto: Divulgação

dengue 728×90

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO