Estamos em guerra governo 728×90  – ALE celular 300×250
Donadon frisou também que até o filho do promotor de Justiça, que faleceu em 2013, foi homenageado num prédio público
Donadon frisou também que até o filho do promotor de Justiça, que faleceu em 2013, foi homenageado num prédio público
Estamos em guerra 468×60

O ex-prefeito de Vilhena, Melki Donadon (PTB) conversou com a equipe de reportagem do Extra de Rondônia sobre a decisão judicial que irá retirar nomes de seus parentes de instituições de ensino do município, divulgada com exclusividades neste site pela manhã desta quinta-feira, 23.

Ele lamentou o fato, e disse que “se a justiça decidiu, que seja assim; quem sou eu pra reverter uma decisão deste nível?” indagou o líder da família Donadon.

Melki fez questão de ressaltar que as escolas foram batizadas com nomes de parentes que foram pioneiros no Cone Sul. “Meu pai ia de Vilhena a Colorado do Oeste a pé, foi administrador do município de Cerejeiras, Prefeito em Colorado, indicou nomes de pessoas importantes para batizar escolas em toda a região, meu tio Ângelo trabalhou muito por Vilhena. No país há mais de 50 mil instituições de ensino que receberam nomes de pioneiros, inclusive de alguns que ainda estão vivos; só em Vilhena não pode”, disse Melki Donadon, ressaltando que na cidade onde também fora prefeito (Colorado do Oeste) há a escola Ângelo Angelin, em homenagem ao Governador do estado.

O ex-prefeito de Vilhena ficou emocionado ao saber da decisão, e chegou a ressaltar o nome do filho do promotor de justiça (falecido em 2013) Paulo Lermem (autor do processo que visa a substituição dos nomes) que fora homenageado com um prédio público. “Em outros municípios isso nem é discutido, mas se a justiça acha importante, devemos cumprir a lei”, arrematou Donadon.

 

Fonte: Extra de Rondônia

Texto: Rômulo Azevedo

Foto: Extra de Rondônia

estamos em guerra 728×90 2
covid 468×60

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO