Estamos em guerra governo 728×90  – ALE celular 300×250
Estamos em guerra 468×60

policial salva cirancaNa ultima quinta-feira (16) por volta das 19h10min, enquanto Débora Daiana C. Rodrigues dava banho em sua filha Julia Rodrigues de apenas 03 meses de idade, a criança teria sofrido asfixia por ter se engasgado com a própria água do banho.

 

Segundo relatou a mãe, a mesma entrou em desespero quando viu que a pequena Julia já estava desfalecendo, e com a ajuda de uma prima a unica coisa sob tensão que lembraram foi o número de emergência da Polícia Militar.

 

Do outro lado da linha, na central de operações da Polícia Militar quem atendeu a ligação foi o recém formado a Cabo da PM por nome de guerra Beltrão, que com muita tranquilidade e profissionalismo conseguiu primeiramente acalmar Débora e em seguida poder transmitir a ela um procedimento eficaz, conhecido como manobra de Heimlich. O Cabo Beltrão pediu para que a mãe deixasse a pequena Julia de cabeça virada para baixo, sobre a perna, em seguida pediu para que a mãe pressionasse a região das costas com a mão por cinco vezes, repetindo o procedimento através de cinco compressões na frente com dois dedos. Antes que se completasse as etapas sugeridas, Julia conseguiu reagir.

 

A mãe demonstrando um lindo gesto de agradecimento foi até o Quartel da PM, entrou em contato com o Tenente Matos, comandante no momento da 4ª CIA-Rolim de Moura, para saber de quem se tratava a pessoa que tinha salvado a sua filha, onde foi apresentada ao policial Beltrão, e muito emocionada apresentou ainda a pequena Julia para que o policial a conhecesse.

 

Segundo relatou o Cabo Beltrão com 11 anos na corporação foi a primeira vez, mesmo apesar de todas as ocorrências resolvidas com êxito em que o mesmo se sentiu completamente realizado por ter evitado a perca de uma pessoa que mal veio a vida.

 

Débora reside em uma chácara na Zona Rural do município de Rolim de moura, casada e mãe das gêmeas Julia e Izabela. Débora disse a nossa equipe que teve uma gravidez de risco, sendo que as gêmeas nasceram antes dos 08 meses de gestação e que no momento do parto ocorreu tudo normal, mas logo após, Julia ficou internada em uma UTI Neonatal durante 12 dias e sua irmã Izabela também internada por 03 dias. Ambas no momento estão bem e nesta data completam exatos 04 meses de idade.

 

“Muitas vezes, nas piores dificuldades da vida, Deus coloca anjos, que são pessoas, as quais se encontram no lugar certo, no momento certo para intercederem por nós”, completou Débora.

 

Autor e foto: Alertarolim

estamos em guerra 728×90 2
covid 468×60

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO