Estamos em guerra governo 728×90  – ALE celular 300×250
Estamos em guerra 468×60

 

foto-sevic-capaNa manhã desta terça-feira, 28, Flávio José da Cruz (foto), procurou a Delegacia de Polícia Civil de Vilhena e se entregou. Pesa sobre ele a acusação de homicídio.

Flávio teria matado a tiros Edvaldo de Souza, mais conhecido por “Dikinho”. Segundo consta, o desentendimento entre eles começou numa chácara, na madrugada do dia 2 de novembro de 2013, e na tarde “Dikinho” foi morto por disparos de arma de fogo, no bairro Vila Operária, em Vilhena.

Na ocasião, a polícia divulgou foto de Flávio como principal suspeito, mas ele estava foragido e na manhã desta terça-feira, se entregou.

 

 

Fonte: Extra de Rondônia

Texto: Carlos Franco

Foto: Polícia Civil

estamos em guerra 728×90 2
covid 468×60

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO