Estamos em guerra governo 728×90  – ALE celular 300×250
Delegado de Polícia Civil., Fábio Campos
Delegado de Polícia Civil., Fábio Campos
Estamos em guerra 468×60

Entrevistado pelo Extra de Rondônia na manhã desta quinta-feira, 30, o delegado regional Fábio Campos, fez um balanço dos crimes que ocorreram ao decorrer do ano passado em Vilhena.

Segundo Fábio, 2013 registrou 29 homicídios, deste número 25 já foram solucionados. “O caso Abla foi o de maior repercussão, mas teve outros crimes que marcaram o ano, como a assassinato do corretor de imóveis, Duílio Duarte, vingança que levou a morte de Eliabi e o jovem Davi Oliveira Silva, que foi executado com 40 facadas pelo furto de um celular”, resumiu Campos.

Com a maioria dos homicídios já solucionados, Campos disse que este ano planeja estruturar uma equipe de investigação para combater os crimes hediondos, caso de furtos que aumenta cada vez mais na cidade.

“Furto ainda é um desafio para a polícia, tanto a Civil como a Militar, pois não depende somente de nós fazer a prisão, pois a justiça adota medidas socioeducativas aos acusados, que na maioria das vezes são menores”, finalizou.

O delegado informou que neste ano não foi registrado nenhum homicídio em todo o Cone Sul.

 

Caso Abla
Caso Abla

 

Mayli Bragança Tavares foi assassinada por volta das 22h00 do dia 05 de agosto.
Mayli Bragança Tavares foi assassinada por volta das 22h00 do dia 05 de agosto.

 

Quase uma semana depois, o jovem Eliabi Oliveira de Freitas, 21 anos, foi assassinado pelo pai de Mayli, que confessou e disse ter matado o jovem para vingar a morte de sua filha.
Quase uma semana depois, o jovem Eliabi Oliveira de Freitas, 21 anos, foi assassinado pelo pai de Mayli, que confessou e disse ter matado o jovem para vingar a morte de sua filha.

Fonte: Extra de Rondônia

Texto: Matias Siqueira

Fotos: Matias Siqueira/Arquivo Extra

 

estamos em guerra 728×90 2
covid 468×60

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO