Estamos em guerra governo 728×90  – ALE celular 300×250
Estamos em guerra 468×60

 

indios-capaA operação que prendeu cinco índios da etnia Tenharim acusados de matar três homens no dia 16 de dezembro do ano passado,Stef Pinheiro de Souza, 43 anos, do técnico da Eletrobrás Amazonas Energia Aldeney Ribeiro Salvador, 40, e do representante comercial Luciano Ferreira Freire, 30, foi montada pela superintendência da Polícia Federal de Rondônia sob o comando do delegado regional de Combate ao Crime Organizado e superintende em exercício, Acelino Viera.

As três vítimas teriam sido mortas após sumirem nos arredores da aldeia taboca, que fica localizada na BR 319, sul do Amazonas.

Os cinco indígenas foram trazidos para a superintendência da PF  de helicóptero para Porto Velho, onde foram ouvidos e ficarão detidos por pelo menos 30 dias.

Para ser realizada a prisão dos índios acusados, a Transamazônica ficou fechada por mais de 12h. De acordo com a Polícia Federal, os cinco presos são das aldeias Marmelo, Taboca e Campinho e a operação contou com apoio de 400 homens da PF, Exército, Força Nacional e Polícia Rodoviária Federal.

mortos-capa

Fonte: Rondôniaovivo

estamos em guerra 728×90 2
covid 468×60

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO