Estamos em guerra governo 728×90  – ALE celular 300×250
Estamos em guerra 468×60

sessao 2A primeira sessão legislativa de 2014 foi realizada na manhã desta terça-feira, 4, em Vilhena, com uma série de projetos de leis apresentados, totalizando 21. O encontro parlamentar foi realizado sem embates diretos, e o tema principal, de maior discussão entre os pares, foi a substituição dos nomes das escolas municipais, uma determinação da justiça, processo que tramitava desde 2008, de autoria do Promotor de Justiça Paulo Lermem.

Os vereadores Carmozino Alves (SDD), Valdete Savaris (PPS), Vanderlei Graebin (SDD) e Junior Donadon (PMDB) comentaram sobre o assunto e fizeram questão de ressaltar que pretender trabalhar no sentido de manter os nomes já existentes, porém dentro das estipulações judiciais, para que não haja mais entraves. Os vereadores da base aliada do prefeito Zé Rover (PP) evitaram falar diretamente sobre o assunto, porém assessores ligados ao grupo político garantiram que os parlamentares poderão manter os mesmos nomes das escolas.

Para finalizar o assunto, Junior Donadon foi à tribuna e explicou aos presentes que o pedido de substituição feito pelo Ministério Público surgiu justamente porque as homenagens foram feitas através de decreto, sem que partisse da Câmara de Vereadores. “Vou propor um projeto para que os nomes sejam mantidos. Partindo desta casa, o assunto será encerrado”, explicou o vereador, ressaltando que as homenagens feitas aos seus pais, e outros parentes, foram justas, assim como seriam para qualquer pioneiro de Rondônia.

A vereadora Valdete Savaris opinou no sentido de que as instituições de ensino só têm a perder com essa mudança de nomes. Para acrescentar na opinião disse: “Um aluno que estudou na escola há anos atrás e por qualquer motivo foi embora de Vilhena, quando necessitar do seu histórico escolar pode ter um prejuízo grande, pois quando mencionar o nome da escola onde estudou não contará nos registros das instituições públicas, e ele terá problemas para comprovar seus estudos. Isso acontecerá com alunos desta geração também”, alertou.

O presidente da Câmara de Vereadores, Vanderlei Graebin, disse que irá intervir junto ao executivo no sentido de aprovar, sancionar e promulgar o projeto proposto na sessão desta terça-feira para manter os nomes das instituições. “Não queremos prejuízos. Vamos adequá-los e resolver esse problema”, garantiu o presidente.

 

Fonte: Extra de Rondônia

Texto: Rômulo Azevedo

Foto: Rômulo Azevedo

estamos em guerra 728×90 2
covid 468×60

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO