dengue 728×90 – 2

OBRA-CAPA-6A Construtora Projetus Ltda, foi intimada pela Prefeitura Municipal de Vilhena a dar andamento na obra do Hospital Infantil e Maternidade, construída no complexo do Hospital Regional Adamastor Teixeira de Oliveira.

A obra, que deveria ser inaugurada há dois anos, já apresenta sinais de fragilidade, como infiltrações, rachaduras nas paredes, mofo, além de provavelmente estar sendo utilizada como “motel”. Conforme informações do site Diário do Cone Sul, no local foi encontrado um preservativo, o que dá a entender que a obra é utilizada para práticas sexuais.

A informação foi dada ao Extra de Rondônia pelo atual Secretário Interino de Fazenda, Gustavo Valmórbida. Mesmo garantindo que o município está pressionando a empresa que ganhou a licitação para executar o projeto, Gustavo adiantou que não há previsão para inauguração do local. “Ainda temos que aguardar os equipamentos chegarem”, arrematou.

>>> Leia mais a respeito do assunto no link abaixo:

 

http://www.extraderondonia.com.br/2014/02/04/vereador-exige-que-secretario-explique-obra-que-deveria-ser-concluida-ha-dois-anos/

 

http://www.extraderondonia.com.br/2014/02/05/intoleravel-ate-preservativos-sao-encontrados-em-obra-que-deveria-ter-acabado-ha-dois-anos/

 

Texto: Extra de Rondônia

Foto: Extra de Rondônia

dengue 728×90

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO