dengue 728×90 – 2

natan-donadon 6O advogado César Stefanes, entrou em contato com o Extra de Rondônia para informar que Natan Donadon não vai assistir à sessão que votará pedido de cassação do seu mandato, marcado para hoje à noite, no plenário da Câmara dos Deputados.

A Justiça concedeu autorização a Donadon, para se defender em plenário, mas, em último minuto, teria cogitado renunciar ao mandato e evitar a votação. Mesmo assim, o presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves, do PMDB, pertencente ao mesmo partido político de Donadon, disse que a sessão será realizada mesmo se o deputado renunciar ao mandato, pois o processo de cassação já foi iniciado. “Trata-se de perseguição política acirrada. Com a cassação, a Câmara está desrespeitando as Leis e apenas quer dar uma resposta à sociedade, mesmo que de forma ilegal”, disse o advogado.

Donadon responde a uma representação do PSB que pede a cassação por quebra de decoro parlamentar, já que o deputado cumpre pena de 13 anos de prisão por formação de quadrilha e pelo desvio de cerca de R$ 8 milhões da Assembleia Legislativa de Rondônia.

 

VOTO ABERTO

Será a segunda vez que o Plenário discute a cassação de Donadon, mas desta vez o processo terá o voto aberto. Em agosto do ano passado, com o voto secreto, os deputados preservaram o mandato de Donadon, mas os efeitos da sessão acabaram suspensos pelo Supremo Tribunal Federal.

Para um deputado ser cassado, são necessários 257 votos a favor da perda do mandato. Na primeira sessão sobre o caso do Donadon, foram 233 votos a favor da cassação (menos que o mínimo necessário), 131 votos contra e 41 abstenções.

 

Texto: Extra de Rondônia / Agência Câmara

Foto: Divulgação

 

dengue 728×90

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO