Estamos em guerra governo 728×90  – ALE celular 300×250
Prefeito de Vilhena e o ministro das Cidades, Aguinaldo Ribeiro
Prefeito de Vilhena e o ministro das Cidades, Aguinaldo Ribeiro
Estamos em guerra 468×60

O prefeito de Vilhena, Zé Rover, esteve na quarta-feira, 19, em audiência no Ministério das Cidades, em Brasília, para tratar do andamento de projetos do município.

Rover buscou a agilidade na liberação para início das obras de Saneamento Básico e na readequação da rede de tratamento de água e ainda pediu alterações na macrodrenagem, em execução.

O prefeito lembrou que o município conta hoje com diversos projetos aprovados junto ao Ministério das Cidades, aguardando apenas a liberação do recurso para início da obra. “O apoio do ministro Aguinaldo Ribeiro tem sido fundamental para os grandes projetos de infraestrutura que estão colocando Vilhena como destaque em toda a região Norte”, afirmou Rover.

Rover também se reuniu com o Secretário Nacional de Saneamento Ambiental do Ministério das Cidades, Leodegar Tiscoski, para pedir que o projeto da macrodrenagem tenha alterações, com o intuito de potencializar o resultado final da obra. “É uma obra que desde o início está sendo acompanhada pelo Ministério das Cidades, de onde vem o recurso de quase R$ 25 milhões”, lembrou o prefeito.

Na readequação está prevista mais uma lagoa de contenção, esta ao final do canal no bairro Cristo Rei. A outra lagoa está pronta ao final da avenida Brigadeiro Eduardo Gomes. A adaptação também é para que seja implantada a microdrenagem, que são as redes menores, interligadas a rede macro.

As microdrenagens serão implantadas para evitar os alagamentos principalmente no bairro Cristo Rei. “É um trabalho de complemento à macrodrenagem, que vai permitir mais eficiência na captação da água da chuva e condução pelos canais até as lagoas de contenção, sendo reconduzida depois para o leito do rio.

Texto e Foto: Assessoria

estamos em guerra 728×90 2
covid 468×60

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO