Augusto Silva acredita ter sido vítima de plágio
Augusto Silva acredita ter sido vítima de plágio

O cantor e compositor, Augusto Silva, que já gravou várias músicas de sua autoria, em sua carreira de artista, enfrenta problemas com uma música que gravou em 2004.

Ele afirma ter recebido, da gravadora Brasil Music, apenas  R$ 11,93 (onze reais e noventa e três centavos) em sua conta. Segundo Augusto, o compositor tem direito a 75% do lucro por direitos autorais, o que não aconteceu até o momento.

O vilhenense afirma que a música “Menino Boiadeiro”, de sua autoria, teria sido regravada, como consta no documento enviado pela gravadora ao seu endereço, na voz do Rei Roberto Carlos. “Eu nunca ouvi a música cantada por Roberto, ídolo ao qual eu admiro e acredito que não tenha feito isso comigo”, disse Augusto.

Entretanto, ele relembra que, na ocasião em que gravou o álbum em São Paulo, na produtora Frank Aguiar Produções, o músico de Roberto Carlos, conhecido por Augusto Malaquias,  comentou que o “Menino Boiadeiro” era a cara do Rei.

Animado, Silva garantiu que vendeu milhares de cópias do CD lançado na época, mas que seu trabalho, ao que tudo indica, foi alvo de plágio. “Eu só quero que eles me esclareçam, pois até agora ainda não tive nenhum retorno por parte da gravadora, que pelo visto foge das explicações”, desabafou o artista.

Depósito de R$ 11,93 feito pela gravadora Brasil Music na conta do compositor
Depósito de R$ 11,93 feito pela gravadora Brasil Music na conta do compositor

>>> VEJA O VÍDEO ABAIXO:

 

Fonte: Extra de Rondônia

Texto e Fotos: Matias Siqueira

Mercado Paulista

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO