Estamos em guerra governo 728×90  – ALE celular 300×250
Estamos em guerra 468×60

joao cavaloMesmo com o Brasiliense em vantagem, o técnico João Carlos Cavalo pretende encurralar o Vilhena-RO na saída de bola no duelo de volta das quartas-de-final da Copa Verde, no domingo, no Portal da Amazônia. Com a vitória por 1 x 0 no jogo de ida, na Boca do Jacaré, o campeão candango garante vaga na semifinal até mesmo com derrota por um gol de diferença desde que balance as redes.

 

Em sua primeira semana cheia para treinamentos, depois de assumir o cargo na semana passada, com duas partidas em quatro dias (1 x 0 Vilhena-RO, na quarta-feira; e 0 x 0 Ceilândia, no sábado, pelo campeonato candango), Cavalo aproveita para ajustar o novo sistema de jogo. O comandante fez um tático na tarde de quarta-feira, com apenas os titulares de linha posicionados contra a meta defendida pelo goleiro Guto.

 

“A ideia é dar mais consistência tática para a equipe. É a dificuldade do último jogo que a gente teve muito pouco tempo para treinar. Vamos procurar ter uma consciência maior de marcação sob pressão, de encaixar mais a marcação”, revela o técnico.

 

Mudanças

Cavalo prepara o time com as voltas do centroavante Luiz Carlos e dos meias Zé Roberto e Ramon, todos poupados diante do Ceilândia, nas vagas de Laécio, Ederson e Baiano. “A maior dúvida é na lateral-esquerda, entre o Cesinha e o Léo Campos”, avisa Cavalo.

 

No gol, Welder ainda vai ser reavaliado nesta quinta-feira. O goleiro sentiu uma lesão na coxa no começo do segundo tempo do jogo de sábado e ainda não voltou aos treinos. Depois de um ano sem atuar, o reserva Guto entrou na vaga diante do Ceilândia.

 

Copa Verde

O Vilhena precisa ganhar por mais de um gol de vantagem no domingo. Se devolver o placar magro, a decisão será nos pênaltis. Quem avançar enfrenta na semifinal o vencedor de Brasília x Cuiabá.

 

Autor e foto: Roberto Naves

estamos em guerra 728×90 2
covid 468×60

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO