Estamos em guerra governo 728×90  – ALE celular 300×250
Estamos em guerra 468×60

luis carlosCotado para voltar ao time titular depois de ser poupado no 0 x 0 com o Ceilândia, no sábado, pelo campeonato candango, o centroavante Luiz Carlos despreza a vantagem do empate no duelo de volta das quartas-de-final da Copa Verde, no domingo, contra o Vilhena-RO, no Portal da Amazônia. Com a vitória por 1 x 0 no jogo de ida, na Boca do Jacaré, o campeão candango garante vaga na semifinal até mesmo se perder por apenas um gol de diferença, mas balançar as redes.

 

“A gente tem que jogar como trabalhou durante a semana. Não tem essa de esperar os caras. O Brasiliense, mesmo com as quedas de divisão (do Campeonato Brasileiro), tem mais nome, bem mais estrutura. Nome também pesa. Tem que impor o nosso ritmo. Não tem de jogar recuado, com medo, mas em busca de uma vitória também”, prega Luiz Carlos, autor de dois gols na temporada, um em cada competição.

 

No tático desta quarta-feira, Luiz Carlos começou entre os titulares, mas alternou a posição com Laécio, que jogou contra o Ceilândia. “A gente tem que estar pronto, à disposição do professor (João Carlos Cavalo)”, aposta o Imperador do Cerrado, apelido com base nas semelhanças, de fome de gols e porte físico, com Adriano, ex-Flamengo e Seleção Brasileira.

 

Adversário

O Vilhena precisa ganhar por mais de um gol de vantagem no domingo. Se devolver o placar magro, a decisão será nos pênaltis. Quem avançar enfrenta na semifinal o vencedor de Brasília x Cuiabá.

 

Autor e foto: Claudio Reis

estamos em guerra 728×90 2
covid 468×60

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO