Estamos em guerra governo 728×90  – ALE celular 300×250
Estamos em guerra 468×60

DSC_0351O eletricista Cilmar Lagos (foto) procurou o Extra de Rondônia para denunciar um problema que ocorreu com ele no início da tarde segunda-feira, 10, na sede do Vilhena Esporte Clube (VEC). O profissional autônomo explicou procurou o clube para comprar um ingresso de “meia entrada”, e quando ouviu o valor achou estranho. “Me cobraram R$ 40, mas o ingresso antecipado custa R$ 60. Metade do valor seria R$ 30”, questionou.

Cilmar Lagos contou que ao protestar sobre o valor foi surpreendido pela resposta do agora vice-presidente do clube, José Carlos Delanhol, o Gaúcho do Milho. “Ele disse que quem mandava lá era ele e que o preço seria da forma como ele quisesse”, disse o autônomo.

Cilmar contou, ainda, que ao dizer isso Gaúcho do Milho saiu e logo em seguida o atual presidente do VEC, Anderson Bulhosa, chegou e lhe vendeu o passaporte pelo preço de R$ 30. “Isso não é justo com o torcedor. Estão cobrando a mais. Mesmo se o ingresso fosse R$ 70, o valor exigido pelo gaúcho estaria acima do que é permitido pela lei”, indagou o autônomo.

 

Fonte: Extra de Rondônia

Texto: Rômulo Azevedo

Foto: Rômulo Azevedo

estamos em guerra 728×90 2
covid 468×60

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO