Estamos em guerra governo 728×90  – ALE celular 300×250
Antes do jogo contra Palmeiras, Zé Rover recebeu homenagens da Federação de Futebol de Rondônia
Antes do jogo contra Palmeiras, Zé Rover recebeu homenagens da Federação de Futebol de Rondônia
Estamos em guerra 468×60

O prefeito vilhenense Zé Rover, se esforçou ao máximo para garantir que a partida contra o poderoso Palmeiras acontecesse na cidade, colocando sua equipe de trabalho para transformar o “Portal da Amazônia” numa arena compatível com a importância da partida, válida pela Copa do Brasil.

Em princípio, o jogo seria transferido para Cuiabá, mas Zé Rover “brigou” muito para que a partida acontecesse na casa do Vilhena Esporte Clube (VEC), sendo bem-sucedido na tarefa.

Por sua vez, o VEC fez bonito em campo, e apenas três dias depois de ser derrotado pelo Brasiliense não se mostrou abalado com aquela derrota, e barrou o “Verdão”, num dos confrontos mais emocionantes já realizados no “Portal da Amazônia”.

O time vilhenense só foi batido pelo placar mínimo faltando poucos minutos para o final da partida, e por muito pouco não conseguiu fazer gols em cima de um adversário que colocou em campo uma equipe experiente, com jogadores conhecidos pelo mundo afora. A diretoria do VEC também merece aplauso, e fez corretamente a parte que lhe cabia.

Agora, o VEC vai para São Paulo cheios de expectativa, e  – para sermos otimistas – pode ser a surpresa da edição deste ano da Copa do Brasil. Há exemplos do gênero neste torneio, como a conquista do título pelo modesto Santo André contra o Flamengo em pleno Maracanã. Ou, mais recentemente, a desclassificação do poderoso Corinthians pela Luverdense, time de Lucas do Rio Verde, interior do Mato Grosso. Então, porque não podemos sonhar em repetir tais feitos.

Mas o que importa é o agora, pois o futuro a Deus pertence. E hoje, neste 13 de março, os vilhenenses podem andar de cabeça erguida sabendo que o nome de Vilhena repercute positivamente pelo Brasil afora de forma positiva. E tudo isso graças a um punhado de homens, como o prefeito Zé Rover e a diretoria e jogadores do VEC, os quais mostraram que não é só o Tom Cruise que consegue realizar o que consideram “missão impossível”. Em Vilhena também há gente com disposição e capacidade para isso.

 

Texto: Extra de Rondônia

Foto: Extra de Rondônia

estamos em guerra 728×90 2
covid 468×60

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO