Estamos em guerra governo 728×90  – ALE celular 300×250
Estamos em guerra 468×60

 

drogas-capaNa noite desta quinta-feira, 13, por volta das 20h30, agentes da Polícia Civil, prenderam Sidneia dos Santos, 33 anos, ela está sendo acusada de comercializar drogas.

Segundo informações obtidas pela reportagem do Extra de Rondônia, a equipe da SEVIC (Serviço de Investigação e Captura) da Polícia Civil, tinha informação que na Rua 1711, bairro Jardim Primavera, em Vilhena, numa casa havia um movimento fora do normal, com isso os investigadores montaram campana e investigaram por semanas o local.

Na noite desta quinta-feira, um homem entrou na casa e logo saiu, os agentes o abordaram e com ele foi encontrado substancia aparentado ser pasta base de cocaína (crack).

Indagado onde havia adquirido a droga, ele relatou aos policiais que tinha comprado na residência de Sidneia.

Então, com permissão da proprietária do imóvel, a equipe da Sevic fez uma minuciosa revista, onde foram localizadas várias pedras de crack, porção de maconha, uma câmera digital, tablet, duas caixas de som, dois chips, uma antena parabólica, uma corrente dourada, um par de brincos dourado, dois cartões de memória SD e uma bolsa cor de rosa, entre outros objetos; estes produtos todos de procedência duvidosa.

Diante dos fatos, a suspeita foi encaminhada para a Delegacia de Polícia Civil e apresentada as autoridades de plantão para providências que o caso requer.

Sidneia, estava sorridente e disse ter certeza que não ficará presa, pois é apenas usuária.
Sidneia, estava sorridente e disse ter certeza que não ficará presa, pois é apenas usuária.

drogas-2

drogas-3

drogas-4

Fonte: Extra de Rondônia

Texto e Fotos: Carlos Franco

 

estamos em guerra 728×90 2
covid 468×60

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO