dengue 728×90 – 2

capaA reforma de ampliação da escola municipal Castelo Branco, que começou no dia 6 de julho de 2012, e tinha previsão para término de 90 dias, ganhou mais um problema, que está sendo denunciado pelas vereadoras Maria José da Farmácia (PDT) e Valdete Savaris (PPS). Parte da ampliação feita foi alvo de vândalos que têm fácil acesso ao espaço escolar porque não há vigias cuidando do local. As vereadoras entraram em contato com a Secretaria Municipal de Educação (SEMED) para cobrar uma atitude da pasta.

Todas as vidraças (novas e velhas) foram destruídas pelos vândalos, que aproveitaram a facilidade de acesso para pichar algumas paredes, com palavras de baixo calão e ofensas à Polícia Militar (PM). Em visita à escola o dono da empreiteira ASP construtora, Aucenir Silva Pereira, disse às vereadoras que não poderia das sequência à obra porque está com repasses atrasados e com isso não pode contratar pedreiros. “A prefeitura não me paga, como eu posso dar sequência ao trabalho?”, indagou.

O titular da Secretaria Municipal de Educação (SEMED) José Carlos Arrigo, contou à equipe de reportagem do Extra de Rondônia que escola Castelo Branco passaria por uma ampliação e também troca do telhado, obra orçada em pouco mais de R$ 300 mil. “Está fácil de ser finalizada. Creio que até o final do primeiro semestre estará pronta. Essa obra atrasou assim por causa das chuvas”, explicou o secretário.

Após conversar com Gustavo Valmórbida, braço direito do Prefeito Rover na Prefeitura, o dono da empreiteira se disponibilizou a contratar 15 homens, que irão retomar o serviço na próxima segunda-feira, 24. Ele pediu um prazo de 90 dias para concluir a troca do telhado, bem como fazer a restauração dos materiais destruídos pelos vândalos. O secretário Arrigo informou que irá disponibilizar pelo menos três vigias para tomar conta do local, e evitar que outros ataques aconteçam.

Arrigo explicou que os cerca de 120 alunos que estudavam na instituição de ensino não foram prejudicados pela demora na ampliação. “Eles foram remanejados, e não tiveram nenhum problema”, garantiu.

 

DSC_0111

 

DSC_0113

 

DSC_0125

 

DSC_0153

 

DSC_0165

 

 

DSC_0174

 

Fonte: Extra de Rondônia

Texto: Rômulo Azevedo

Fotos: Rômulo Azevedo

dengue 728×90

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO