Estamos em guerra governo 728×90  – ALE celular 300×250
Estamos em guerra 468×60

greve cerejeiras (4)Em conversa com a equipe de reportagem do Extra de Rondônia, o líder do Sindicato dos Funcionários Públicos Municipais de Cerejeiras (Sindcer), o médico Helder Turci Sidney, informou que a greve iniciou oficialmente na última quinta-feira, 20, como anunciado pela página eletrônica na semana passada.

Os grevistas estão acampados em frente ao prédio da Prefeitura Municipal, com o intuito de pressionar o prefeito Airton Gomes (PP) a tomar uma providência com relação às reivindicações feitas pela categoria.

Turci informou que os servidores municipais estão sem reajuste salarial há 14 anos, e que o prefeito em nenhum momento se mostrou favorável em atender a pauta dos grevistas, que cobram entre outras coisas, reajuste salarial de 8, 35%, melhorias de condições de trabalho, e contratação de novos servidores.

O líder sindical contou, ainda, que o atendimento à população está funcionando como exige a lei, com 30% da capacidade. 90% dos servidores da Secretaria Municipal de Saúde aderiram à paralisação, bem como pessoal das Secretarias de Obras e Educação. “O prefeito não se mostrou disposto a conceder nenhuma das reivindicações organizada pelo sindicato. A nossa paralisação é por tempo indeterminado”, disse o líder sindical.

O número de servidores que aderiram à greve foi maior do que na última paralisação, que aconteceu em fevereiro do ano passado.

 

greve cerejeiras (1)

 

 

 

Os servidores decidiram paralisar as atividades na semana passada
Os servidores decidiram paralisar as atividades na semana passada

greve cerejeiras (4) greve cerejeiras (3)

Durante a manhã desta sexta-feira eles entregaram panfletos à população informando a razão da greve
Durante a manhã desta sexta-feira eles entregaram panfletos à população informando os motivos da greve

Fonte: Extra de Rondônia

Texto: Rômulo Azevedo

Foto: Divulgação

estamos em guerra 728×90 2
covid 468×60

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO