dengue 728×90 – 2
Rover se reuniu com alunos da instituição de ensino
Rover se reuniu com alunos da instituição de ensino

Atendendo ao pedido dos pais e alunos do Instituto Federal de Rondônia (IFRO), o prefeito de Vilhena, Zé Rover, interveio na questão para resolver o impasse quanto ao transporte dos estudantes.

A Prefeitura, com quatro ônibus que prestam serviço à Secretaria Municipal de Educação (Semed), passa a fazer o transportar os alunos até que se chegue a um acordo com a empresa.

Nesta segunda-feira, 24, os ônibus do município já fazem o transporte dos alunos. Rover fez o anúncio na sexta-feira, em reunião que lotou o auditório da Instituição.

O município enfrenta hoje dificuldades de diálogo com a empresa Transparin (Sol Nascente), que é detentora do transporte público pelos próximos 25 anos. “Foi uma concessão realizada há mais de cinco anos, que deu a eles o direito de fornecer o transporte público por 30 anos. Mas o problema é que Vilhena, nos últimos cinco anos, teve um acréscimo na população de 60 para 87 mil habitantes e a empresa precisa se reajustar ao crescimento da cidade”, relatou o prefeito.

Rover enfatizou que durante a semana vai negociar com a empresa para chegar a um consenso quanto a melhora na qualidade do serviço prestado. “Terão que colocar ônibus melhores, e no caso do IFRO, acabar com a superlotação nos ônibus e respeitar o direito do estudante de pagar apenas meio passe, independente da quantidade de passes que compra. A única saída é se adequar”, declarou.

O prefeito mostrou ainda um documento da empresa pedindo o reajuste no valor do passe, de R$ 2,50 para R$ 4,50. “Até pode haver um reajuste, desde que não seja abusivo e não fique acima da média nacional, hoje de R$ 2,90, mas primeiramente tem que haver qualidade no serviço e isso nós vamos exigir”, concluiu.

Durante a reunião, o prefeito de Vilhena, juntamente com a diretoria da instituição e a Polícia Rodoviária Federal, aproveitou a presença de representantes do Dnit para pedir sinalização na BR-174, enfrente ao Instituto. “É necessária uma rotatória, lombadas eletrônicas, uma sinalização que indique se tratar de uma escola, como é em outros municípios onde há Instituto Federal”, afirmou o inspetor da PRF, João Lobato.

 

Texto e Foto: Assessoria

dengue 728×90

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO