Estamos em guerra governo 728×90  – ALE celular 300×250
Coordenadora de ensino verifica adaptações feitas na escola Colina Verde
Coordenadora de ensino verifica adaptações feitas na escola Colina Verde
Estamos em guerra 468×60

A coordenadora regional de educação,  de Cerejeiras, Gisleine Soares da Cruz, entrou em contato com o Extra de Rondônia para esclarecer denúncias de irregularidades na escola estadual Colina Verde, do município de Corumbiara.

A denúncia dava conta da precariedade da estrutura física da unidade escolar, além de problemas de higiene, bem como do transporte escolar e falta de professores.

Em resposta, a professora Gisleine Soares admitiu a precariedade da estrutura física. Entretanto, explicou que a escola foi reorganizada.

>>> CONFIRA, ABAIXO, O ESCLARECIMENTO NA ÍNTEGRA:

 

ESCOLA COLINA VERDE VIVE NOVA REALIDADE

A professora Gisleine Soares da Cruz vem a público prestar esclarecimentos a respeito da matéria publicada no Jornal Extra de Rondônia de noticiou sobre as supostas irregularidades na escola estadual Colina Verde, localizada no Distrito de Rondolândia, Município de Corumbiara RO.

As referidas denúncias que foram recebidas pelo Ministério Público as quais o promotor Marcos Paulo Sampaio Ribeiro solicitou esclarecimentos a Coordenadoria Regional de Cerejeiras foi respondido no dia 12 de março, ou seja, cinco dias após a data que a reportagem indica como a data a qual foi solicitado tais esclarecimentos.

Na resposta ao MP, destacou-se que a Escola iniciou seu ano letivo na primeira semana de março, tendo sido reorganizado o seu funcionamento, centrando seu atendimento as turmas apenas em um turno (vespertino), para viabilizar de forma mais eficiente os serviços que estavam deixando a desejar por falta de funcionários, no caso da limpeza e organização da referida Escola. A escola está limpa e organizada e está aberta a visitação desta reportagem ou por qualquer outra pessoa da comunidade que queira conhecer a atual realidade.

Fica esclarecido que a Escola Colina Verde hoje, conta com o quadro docente completo e no caso do acompanhamento pedagógico tem condições de acompanhar o planejamento, orientar, realizar reuniões pedagógicas, formação continuada no chão da escola, elaborar projetos de intervenção junto aos docentes no período matutino que é reservado para este fim.

No último dia 07 de março, a equipe gestora da Escola Colina Verde bem como as equipes gestoras das demais escolas sob nossa jurisdição iniciaram o curso de capacitação continuada oferecida pela equipe de formadores da CRE, que visa estudar, orientar e acompanhar todos os trabalhos pedagógicos em andamento nas nossas escolas durante o ano letivo 2014, de modo a garantir que as ações propostas se concretizem e que a qualidade do ensino oferecido nestas seja uma realidade.

Em relação e estrutura física como é de conhecimento, a mesma não possui uma estrutura física que corresponde ao padrão de qualidade desejável, e por se tratar de um prédio de pequeno porte, foi necessário fazer algumas adaptações em determinados ambientes para atender a todas as turmas existentes, que demandou um trabalho árduo durante o mês de janeiro da equipe gestora e parceiros da comunidade para deixar pronto todas as adequações para o início das aulas, por se tratar de uma quantidade pequena de alunos por sala está sendo possível realizar o trabalho, ressaltando que isto não nos exime de solicitar ao Governo do Estado a melhoria na parte física da Escola, bem como buscar parceria com a prefeitura municipal do referido Distrito, para este fim.

 

Gisleine Soares da Cruz

Coordenadora regional Cre/Cerejeiras

 

>>> LEIA MAIS A RESPEITO DO ASSUNTO NO LINK ABAIXO:

http://www.extraderondonia.com.br/2014/03/21/mp-investiga-denuncias-de-irregularidades-em-escola-do-cone-sul/

 

 

Texto: Extra de Rondônia

Informações e Foto: Assessoria

estamos em guerra 728×90 2
covid 468×60

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO