dengue 728×90 – 2

capa onibus 1Motivado por denúncias, o vereador Junior Donadon (PMDB) foi, nesta quinta-feira, 3, até a área rural de Vilhena, onde constatou um flagrante: um ônibus da empresa Bueno Tur, responsável pelo transporte de alunos do município, totalmente irregular.

Ao constatar o crime, no início da tarde, o parlamentar “deu voz de prisão” ao motorista e mandou apreender o veículo. Logo, Donadon comunicado à Polícia Militar, que foi até a Linha 135, Capa 144, próximo à torre da Embratel, local do fato.

Em contato telefônico com o Extra de Rondônia, o parlamentar explicou que o ônibus estava com excesso de alunos, com documento atrasado e não dispunha de cintos de segurança, entre outras irregularidades. Com a chegada da PM, o veículo foi apreendido.

Ao site, Donadon afirmou que foi até a área rural para constatar denúncias dos moradores a respeito das precárias condições da frota de ônibus da Bueno Tur. “Qualquer momento pode ocorrer alguma tragédia. E o nosso papel é evitar que isso aconteça, fiscalizando a efetiva aplicação do erário público, já que este ônibus são terceirizados”, avaliou o vereador.

O site deixa espaço disponível ao empresário Ademar Bueno, responsável da empresa Bueno Tur, para eventuais esclarecimentos a respeito do caso.

QUEM PODE DAR VOZ DE PRISÃO?

Conforme o artigo 301, do Código de Processo Penal, o flagrante é uma espécie de prisão que pode ser realizada não só pela autoridade policial, mas por qualquer cidadão. De acordo com a legislação brasileira, qualquer pessoa pode dar voz de prisão quando perceber que um crime está sendo praticado. Não é necessária a presença de uma autoridade policial, já que é um direito do cidadão zelar pela manutenção da ordem.

VEJA FOTOS DA APREENSÃO DO ÔNIBUS DA BUENO TUR:

01

 

07 06 05 04 03 02

DSC_0418
Texto: Extra de Rondônia

Fotos: Rômulo Azevedo

dengue 728×90

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO