Estamos em guerra governo 728×90  – ALE celular 300×250
Estamos em guerra 468×60

alcool e carro 2E parece que o caso do secretário municipal de agricultura de Corumbiara, Ivan Nardoni, multado por dirigir um carro oficial alcoolizado, em Porto Velho, está longe de acabar.

Embora o prefeito Deocleciano Ferreira Filho ainda não tenha se manifestado oficialmente a respeito do assunto, e o que ele pretende fazer para resolver a situação e minimizar as críticas a sua gestão, internautas do Extra de Rondônia resolveram “ajudar” ao mandatário municipal a tomar uma decisão.

Em enquete realizada pelo site, 57% opinaram pelo afastamento do secretário do cargo. Outros 32% são favoráveis a que o prefeito dê esclarecimentos à população; 8%, entretanto, é favorável a que Deocleciano defenda seu secretário. Uma minoria, apenas 3%, concorda em que o prefeito deve-se omitir da responsabilidade. Ao todo foram 179 internautas que participaram da enquete.

O caso de Ivan Nardoni aconteceu na madrugada de 18 de outubro de 2013, mas só veio à tona através de matéria do Extra de Rondônia, divulgada no dia 20 de março passado. Pressionado por lideranças políticas, Nardoni tentou explicar o caso na tribuna da Casa de Leis, mas, aparentemente, as justificativas não convenceram os corumbiarense.

O Ministério Público abriu inquérito para investigar o caso por “uso indevido de veículo oficial”.

Dias depois do fato ser divulgado, o prefeito Deocleciano Filho disse à imprensa que não sabia do episódio, mas relação de diárias enviadas ao Extra de Rondônia comprovam que o chefe do executivo corumbiarense estava na capital no período em que aconteceu o fato.

enquete nova enquete nova 5

 

>>> LEIA MAIS A RESPEITO DO ASSUNTO NO LINK ABAIXO:

 

http://www.extraderondonia.com.br/2014/03/30/apos-denuncias-mp-abre-inquerito-para-investigar-uso-indevido-de-carro-oficial-por-secretario/

 

 

Texto: Extra de Rondônia

Foto: Extra de Rondônia / Ilustrativa

estamos em guerra 728×90 2
covid 468×60

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO