dengue 728×90 – 2

DSC_0755Moradores do bairro Parque Cidade Jardim II entraram em contato com o Extra de Rondônia para relatarem os sérios problemas que estão enfrentando no local. Desde a falta de infraestrutura básica até mesmo risco de perderem os imóveis em uma luta contra a força da natureza: eles são “vizinhos” da erosão que aos poucos vem tomando conta da região que fica ao lado da Faculdade IESA.

De acordo com a moradora Eunice Maria da Silva a principal preocupação de sua família é o avanço da erosão, que coloca em risco constante a residência onde moram, na Rua 29 (a última do bairro). “A prefeitura veio aqui recentemente e jogou entulho, e cobriu com terra. Mas sempre ficamos com medo a cada vez que a chuva cai por aqui”, contou.

Além do risco constante, os moradores reclamam da falta de iluminação pública. “É normal vermos pessoas consumindo drogas por aqui. É tudo escuro, abandonado, e o mato toma conta. Ficamos sempre com medo”, acrescenta a moradora.

O vendedor Ivan Souza Oliveira contou que em menos de 15 dias três postes que dão sustentação aos fios elétricos que passam pelo bairro, foram literalmente “engolidos” pela erosão. “Tentamos fazer de tudo para conter a força da água, mas não dá. Se a seguramos de um lado, ela vem por outro, e o buraco só aumenta”, conta.

No momento em que a equipe de reportagem do Extra de Rondônia estava no local colhendo informações, prestadores de serviços da Eletrobrás estavam remanejando postes para tentar evitar esse tipo de acidente. De acordo com um dos representantes da concessionária, a iluminação pública do bairro, projetado e vendido pela Construtora Morena, já foi repassada para o município.

O titular da Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos (Semosp) Eliseu Lima, confirmou a informação e disse que a prefeitura está fazendo o possível para manter a região em ordem. Esta página eletrônica tentou contato com a titular da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semam) Sandra Melo, entretanto não pôde atender no momento.

Pra piorar a situação dos moradores no local, a erosão está sendo utilizada como depósito de lixo, tanto de pessoas comuns, quanto da Secretaria Municipal de Saúde (Saúde), que na última terça-feira, 16, deixou de “presente” aos moradores: um carregamento de lixo hospitalar. A Polícia Civil foi acionada e agora investiga a situação.

DSC_0759

 DSC_0776 DSC_0770 DSC_0766 DSC_0760 DSC_0759

Fonte: Extra de Rondônia

Texto: Da Redação

Fotos: Extra de Rondônia

dengue 728×90

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO