estrada-Pimenteiras-29-01-12Apesar do anúncio, com toda pompa e circunstância, feito pelo governador Confúcio Moura em fevereiro passado, ao visitar Cerejeiras, garantindo que o asfaltamento entre as duas cidades do Cone Sul começaria em abril, o mês está acabando e não há o menor sinal que o trabalho iniciará.

Para pavimentar o trecho, de apenas 38 quilômetros, o governo do Estado promoveu licitação, com previsão de investimento de R$ 30 milhões. Ainda naquela ocasião, Confúcio Moura fez questão de frisar o empenho do deputado Luizinho Goebel para que o empreendimento fosse adiante.

Lúcio Mosquini, o “bam-bam-bam” do DER, também garantiu que o início da obra não passaria de abril. O problema é que estamos no dia 24 do referido mês, e até agora não aconteceu nada que leve a crer que a promessas será cumprida.

Esta semana, o deputado “padrinho” do projeto foi questionado acerca do tema em programa de rádio, e deu explicação não muito convincente. Segundo Goebel, duas empresas de Vilhena ficaram em primeiro e segundo lugar na licitação, sendo que a Projetus foi a vencedora. No entanto, sempre de acordo com a versão do parlamentar, até agora a empresa não se manifestou se vai mesmo realizar a obra. Em caso de desistência, estaria aberto o caminha para a Beta, a firma que ficou em segundo lugar.

O que não dá para entender é que pelo menos se supõe que em processos licitatórios existem regras e prazos para as partes envolvidas cumprir, e neste caso específico parece que o prazo não está batendo com a promessa do governador.

Entre os 52 municípios de Rondônia, apenas Pimenteiras e Campo Novo não têm acesso asfaltado que os liguem ao eixo principal do Estado, a BR 364. No caso da cidade do Cone Sul, que tem grande potencial turístico e boa produção de grãos, a falta de uma estrada pavimentada impede o desenvolvimento.

Por isso, o anúncio de fevereiro causou grande expectativa tanto ao prefeito João Miranda quanto a população pimenteirense em geral. Todos esperavam realmente ver máquinas e operários no trecho este mês, e achavam que para a edição do festival de praia deste ano os turistas tivessem acesso ao Guaporé através do “chão preto”.

Bem, ainda faltam seis dias para o fim do mês, e quem sabe neste período o governador Confúcio consiga dar conta de cumprir suas próprias palavras.

Fonte: Extra de Rondônia

Texto: Da Redação


COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO